Com ou sem uma varanda, é possível organizar as plantas e fazer arranjos usando conceitos do paisagismo para transformar o seu apartamento. Confira!

Morar em um apartamento não significa abrir mão de cultivar um jardim. Sempre é possível trazer um pouco de verde para dentro de casa. Inclusive, há espécies que se adaptam perfeitamente em ambientes internos e ficam perfeitas em qualquer cantinho. 

Com ou sem uma varanda, é possível organizar as plantas e fazer arranjos usando conceitos do paisagismo. A beleza natural pode deixar o décor personalizado e ainda mais charmoso. 

Quer saber como transformar o seu apartamento em um jardim? Confira as dicas neste post!

O que é paisagismo?

A palavra paisagismo, segundo o dicionário, significa técnica e arte de elaborar e gerir projetos de espaços abertos, urbanos ou não, criando micro e macro paisagens. No paisagismo se detalha os elementos (naturais e materiais) a serem utilizados, assim como a iluminação e a circulação, visando a integração e a segurança do homem com o espaço.

O paisagismo não trata apenas da elaboração de jardins e praças. O profissional paisagista utiliza a diversidade de cores, formas e texturas das plantas para criar uma composição estética, harmonizando com a cultura e vida local. 

O paisagismo dentro do lar

O paisagismo leva em consideração as pessoas. Quando trazemos o conceito para dentro do nosso lar, ele traduz os gostos e a personalidade dos moradores. A natureza traz vida aos ambientes internos e, aliada a um bom design, dá um toque de elegância e charme ao apartamento. 

Princípios básicos do paisagismo

O vento, a iluminação, o adubo, os tipos de plantas e os vasos são alguns dos itens que você deve pensar antes de transformar a sua sala de estar, por exemplo, em um “jardim de estar”. Além desses pontos básicos para garantir a sobrevivência das plantas, a técnica do paisagismo considera alguns princípios: 

• Ritmo

Sabe quando você olha para um jardim e está tudo muito bem organizado? Isso é o que chamamos de ritmo. A repetição de formas e a proporção de tamanhos ajudam a dar ritmo ao jardim. Os painéis dos jardins verticais são um bom exemplo de como dispor de forma inteligente os elementos, criando efeitos interessantes em imóveis com pouco espaço.